outubro 06, 2017

CARTAGENA: SENDO FELIZ NA COLOMBIA

Depois de conhecermos Bogotá (contei aqui), eu e minha amiga Carla seguimos para Cartagena. Se posso te dar um conselho é: Jamais deixe de conhecer Cartagena se tiver oportunidade. Aquele lugar é encantado, e os dias que passei lá sempre serão lembrados com carinho.

A principal dica para quem está pensando ou até mesmo organizando uma viagem para Cartagena é que você se hospede na Cidade Amuralhada. Eu não entendia muito  quando me diziam isso, até chegar lá. A Cidade Amuralhada é a parte antiga da cidade, onde estão o centro histórico e todas aquelas casinhas lindas e coloridas, resumindo, o clima que esperamos de Cartagena. Sem mencionar os bares, restaurantes e hotéis, os mais legais ficam lá, fora não tem tanta graça. A cidade nova  é bastante desenvolvida, mas a praia não é tão interessante a ponto de justificar uma viagem, por isso aproveito para dizer que se seu foco é este, Cartagena não é o melhor destino. A praia lá não é tão bacana, e para visitar as famosas Playa Blanca e Islas del Rosário que ficam lá perto é necessário pegar um barquinho. Nós não estávamos dispostas e infelizmente não tínhamos tempo para passar uns dias em San Andres, mas se você puder e está em busca de areia branquinha e mar azul, não pense duas vezes!


Passeios de bicicleta à moda Shakira

 Nos hospedamos em um hotel chamado Bastión LuxuryHotel, a piscina de lá é maravilhoooosa (amo piscinas! rs), o café da manhã acima da média, com vários pãezinhos e sucos deliciosos, e os funcionários são muito simpáticos e atenciosos. Os quartos também são enormes e uma graça.
 Eu e a Carlinha decidimos aproveitar o sossego e a magia da cidade sem termos que nos preocupar com horários e coisas para fazer, por isso durante uma tarde contratamos um motorista do hotel para nos levar aos pontos turísticos que ficam fora da Cidade Amuralhada, e nada mais. Dispensamos guias e demais passeios, pois naquele momento queríamos só limonada de coco e passeios de bicicleta no fim da tarde! rs

Alguns pontos imperdíveis por lá:

Carla e eu no Café del Mar


Café del Mar – Todos os fins de tarde durante nossa estada em Cartagena “batemos cartão” para tomar drinks e assistir ao pôr do sol mais incrível das nossas vidas! Não tenho como explicar a paz que sentíamos naquele momento, era tão especial que fomos no primeiro dia para dar check na lista de lugares que gostaríamos de ir, e acabou virando parada obrigatória. No último dia já sabíamos até a ordem da playlist do DJ! hahahaha 


Dentro do Convento de La Popa... e o bronzeado?  #quero


 Vista da cidade nova

Convento de La Popa – Meu ponto turístico preferido foi o convento construído no topo de uma montanha no início do século XVII, a vista da cidade lá é uma das mais bonitas. Se no dia o céu estiver bem azul e as primaveras floridas, renderá fotos lindas! Recomendo que a visita seja feita ou pela manhã ou no fim da tarde se for durante a alta temporada.


Onde comer:


Decoração do Vera, dentro do hotel Tcherassi

Vera – Restaurante italiano que fica no hotel Tcherassi - também muito bom, situado ao lado do meu hotel Bastión Luxury). Não foi a melhor macarronada da minha vida, mas também não foi a pior. Assumo que sou muito exigente quando se trata de comida italiana, e a Carla adorou o prato dela . No fim, conclui que o restaurante é interessante e a decoração é bem bonita.


Ceviche fresquinho com toque colombiano!

Na entrada do restaurante La Cevicheria

Decoração conquistadora

La Cevicheria – Este restaurante tem uma decoração fofíssima e fica pertinho do luxuoso hotel Sofitel Santa Clara. Minha dica é fazer reserva ou chegar cedo se você é daqueles que não gosta de esperar, porque lota. A comida é muito boa e, como já se espera, muito fresca. O ceviche lá ganhou toques colombianos, dispensando o leche de tigre para ser marinado com limão e laranja.


Sobremesa Turrón de Machu Picchu do Cuzco

Cuzco  Está na lista dos melhores restaurantes que já pude conhecer! Eu li sobre enquanto organizava a viagem, mas não anotei, por sorte durante as andanças nos deparamos com o restaurante e lembrei das ótimas recomendações. Se você não estiver atento pode passar despercebido, pois é apenas uma portinha com uma pequena placa. É uma experiência completa a começar pelo ambiente, uma casa antiga lindíssima, que até lembra um pouco o restaurante Vera que citei acima, música ao vivo agradável e comida excepcional. Pedi um Turrón Machu Picchu de sobremesa que voltaria mais vezes por ele! Rs



Sobre compras:

Recomendo que ande muito antes da compra, especialmente nas feirinhas e lojas de produtos nacionais, que são muitas! Se puder deixar para comprar tudo no último dia, faça isso. Não por que as ofertas são muito discrepantes, mas a quantidade de itens que você vai encontrar (chapéus, bolsas, acessórios, saídas de praia...) e a diferença na qualidade deles é grande, por isso vale a pena pesquisar.


Cartão da loja St. Dom
  
Alumas roupas de designers colombianos

Um fofura essas mini bonecas de pano


St. Dom – Minha dica mais valiosa de toda essa viagem... Era nossa última noite em Cartagena e por isso, após jantarmos no Cuzco decidimos caminhar um pouco. Não estávamos muito longe quando vimos uma vitrine interessante e entramos. Era a St. Dom, a loja mais legal de Cartagena, se não uma das mais especiais da Colômbia! Trata-se de uma multimarcas que trabalha apenas com designers colombianos de diversos segmentos, de beachwear a almofadas. Uma pena que nosso dinheiro já estava quase acabando, por isso não foi possível comprar muita coisa (os preços são bem altos), mas deu para se apaixonar pelo conceito da loja e virar fã! Para as fashionistas de plantão que estiverem lendo isso, recomendo que vocês anotem e façam uma visita. Foi um achado e tanto!



Essas são minhas dicas principais, mas mais que isso recomendo que você caminhe muito e explore aquelas ruazinhas cheias de surpresas. Entre em todos os bares e restaurantes, mesmo que seja para matar a curiosidade do que há lá dentro, garimpe nas feirinhas e lojas. Cartagena é um dos lugares mais especiais e únicos que já conheci, a Carla costuma dizer “Fomos muito felizes na Colômbia”, e não poderia ser mais verdade... espero voltar em alguns anos! 



Bita